Tecnologia

O que é criptografia: entenda o conceito e por que utilizá-la!

5
(2)

A segurança da informação tem sido um tema bastante debatido nos últimos anos. Além da dependência cada vez maior dos recursos tecnológicos no nosso cotidiano, diversos vazamentos de dados fizeram com que o mercado voltasse os olhos para essa questão.

Nesse sentido, é comum que surjam dúvidas sobre o nível de segurança de dados e senhas, e a curiosidade em saber o que é criptografia e outros conceitos da segurança digital. Muitas pessoas ainda têm, inclusive, a ideia de que esse é um tema confuso, complexo ou até mesmo irrelevante em cenários que não envolvam grandes corporações.

Entretanto, além de ser um dos métodos de proteção mais seguros (inclusive para instituições financeiras), a verdade é que a criptografia está na nossa realidade de forma muito mais presente — nos mensageiros instantâneos como o WhatsApp e Telegram, por exemplo. Isso prova a importância que o tema possui tanto no ambiente empresarial quanto pessoal.

Quer saber o que é criptografia, como ela funciona e os benefícios de utilizá-la nos seus processos digitais? Então venha conosco e confira agora mesmo o que preparamos para você!

O que é criptografia?

Sucintamente, a criptografia é um conjunto de regras e processos desenvolvidos para proteger determinada informação e fazer com que apenas o remetente e o destinatário possam compreendê-la.

Essa técnica existe desde a antiguidade e a sua complexidade pode estar em níveis bastante distintos, a depender da necessidade. Com o tempo — e em paralelo à ascensão do mundo digital —, essa tecnologia foi aprimorada, chegando ao que temos hoje. A seguir, buscaremos explicar um pouco mais sobre o seu funcionamento utilizando uma linguagem clara e simplificada.

Como essa tecnologia funciona?

De modo geral, a criptografia funciona assim: um remetente utiliza um protocolo específico para camuflar o conteúdo de determinada mensagem e, então, a envia para o destinatário, que a decifra.

Ao receber a mensagem, esse destinatário deverá possuir uma chave que seja capaz de compreender o padrão daquela camuflagem para, somente depois, conseguir acessar seu conteúdo. Assim, se houver interceptação durante a transmissão das informações, seu conteúdo não poderá ser decifrado.

No meio digital, a criptografia é baseada em chaves virtuais que são utilizadas tanto para codificar quanto para decodificar um conteúdo e, conforme a necessidade, podem ser simétricas ou assimétricas.

As chaves simétricas funcionam com um mesmo protocolo privado, tanto no lado do remetente quanto do destinatário. Enquanto isso, em uma transmissão com chaves assimétricas, os protocolos são distintos. Nesse caso, uma das chaves é pública, e a outra, privada.

Em ambos os casos, as chaves são construídas por algoritmos que montam uma sequência de caracteres única para cada operação que é realizada, podendo ser de vários tamanhos diferentes. Nesse sentido, quanto maiores forem, mais seguras tendem a ser.

Os padrões de proteção utilizados hoje são diversos e estão na nossa rotina com bastante frequência, seja quando um usuário utiliza serviços de internet banking, realiza uma compra ou simplesmente faz login em um serviço que utilize HTTPS.

Quando ela deve ser utilizada?

Existem duas situações principais nas quais devemos utilizar a criptografia. A primeira delas é quando uma transmissão de dados está sendo feita pela internet — como o envio de um e-mail ou de dados de login, por exemplo. A outra é quando os dados estão armazenados, seja localmente ou em nuvem.

Muitas instituições — principalmente do setor financeiro — utilizam, por padrão, o que é conhecido como criptografia do tráfego de rede. Por ser um recurso nativo, não é necessária nenhuma ação extra do usuário para utilizá-la.

Para saber se a criptografia está sendo utilizada em um serviço web, por exemplo, basta observar se existe um ícone de cadeado próximo à barra de endereços do navegador. Além disso, os websites seguros costumam ter o prefixo “https”, em vez de “http”.

Enquanto isso, na parte de armazenamento, basta procurar por serviços que ofereçam essa tecnologia. Atualmente todos os principais sistemas operacionais do mercado, assim como os principais softwares e serviços de nuvem, já contam com a opção de criptografia.

Isso costuma ser o suficiente para usuários em suas rotinas pessoais. Entretanto, as empresas frequentemente necessitam de cuidados extras pois, além de lidarem com dados de clientes, também precisam proteger a sua comunicação, de modo que pessoas não autorizadas não tenham acesso.

Quais são os benefícios da criptografia?

Ainda que muitos entendam o que é criptografia e para que ela serve, é possível que não se consiga enxergar as vantagens práticas que isso gera na rotina empresarial. Assim, confira a seguir as principais delas!

Autenticação de informações de login

É comum que as companhias contem com serviços digitais que necessitem de login e senha. Esse é um recurso que, em diversos casos, necessita de uma camada extra de segurança, como forma de garantir o sigilo e a segurança de dados de clientes e da própria empresa.

Nesse sentido, é possível contar com ferramentas como o VALID Authentication, que aumenta a qualidade da autenticação de usuários em serviços web por meio do uso de credenciais específicas.

Desse modo, além de garantir a segurança dos usuários de seus serviços e produtos em ambientes digitais, a empresa contará com uma importante camada de segurança que a protegerá de ataques virtuais, problemas com a reputação ou até mesmo processos judiciais.

Validação de e-mails

Muitas vezes é necessário utilizar e-mails para finalidades que necessitem, por exemplo, de validade jurídica, com possibilidade de provar horários de envio e recebimento e leitura, além da sua própria integridade.

Um recurso ideal para garantir essa confiabilidade aos e-mails trocados é o VALID Confirma, um serviço que conta com a criptografia para executar essa validação das informações de um e-mail. Nesse cenário, a VALID atua como uma terceira parte confiável e que traz o poder da certificação digital para o negócio.

Validação de diplomas e certificados digitais

A área da educação também tem dado grandes passos rumo ao mundo digital e, nesse cenário, é importante manter a confiabilidade no processo de geração de diplomas e certificados de conclusão de cursos.

Aqui, por meio da plataforma e-Diploma, a criptografia atua na assinatura digital de certificados ICP-Brasil, fornecendo validade jurídica e autenticidade aos documentos gerados. Para realizar essa tarefa, a solução conta com uma aplicação web para consultas e validações de forma totalmente prática e segura.

Dessa forma, é possível ver o quanto a criptografia se faz presente e altamente necessária no nosso cotidiano, tanto pessoal quanto empresarial. A segurança digital nunca foi um tema tão importante quanto agora. Essa é uma ideia que tende a crescer, portanto, é fundamental dar atenção.

Compreendeu o que é criptografia e quais são seus benefícios? Quer saber mais sobre esse e outros temas relacionados? Então cadastre-se agora mesmo na nossa newsletter e esteja sempre atualizado!

O quanto este post foi útil para você?

Clique nas estrelas para avaliar!

Nota Média 5 / 5. Contagem de Votos 2

Que pena que você não gostou.

Ajude-nos a melhorar o conteúdo do blog

Mostrar mais

Valid Certificadora Digital

Especializada em serviços digitais de confiança, identificação, acesso e autenticação. Somos Autoridade Certificadora emissora de certificados digitais ICP-Brasil e Internacionais.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
%d blogueiros gostam disto: