VALID Certificadora
17\03\2017

Conheça o poder das assinaturas digitais para as seguradoras

Conheça o poder das assinaturas digitais para as seguradoras

As seguradoras baseiam suas operações principalmente no fechamento de contratos e apólices. Porém, essa é uma atividade bastante burocrática, que exige um corretor sempre presente para garantir que tudo seja assinado corretamente, e isso pode se tornar um grande gargalo em suas atividades.

Felizmente, a tecnologia vem modificando cada vez mais a forma como muitas empresas atuam — e aí se incluem as seguradoras. Graças aos desenvolvimentos tecnológicos, tornou-se possível fechar contratos de maneira digital, com o uso das assinaturas digitais.

Se usado corretamente, esse recurso tem um grande poder para ajudar a empresa seguradora. Para entender melhor sobre tal possibilidade, continue lendo e veja a seguir como funciona um bom serviço de assinatura digital:

Como funciona a assinatura digital para seguradoras?

A assinatura digital é um recurso que possibilita às seguradoras fazer o fechamento de contratos de maneira totalmente digital. Para isso, elas devem contar com um certificado digital, que serve como forma de identificar e garantir que determinada operação é realmente realizada por certa pessoa física ou jurídica.

A partir da aquisição desse certificado, a seguradora pode assinar desde e-mails e documentos mais simples até a própria apólice de seguro em si. Assim, a empresa consegue fazer todo o processo de maneira digital e a distância de maneira totalmente segura.

Qual é a validade para esse tipo de ação?

Um contrato de seguradora assinado digitalmente tem total validade jurídica. Isso é embasado pela Circular SUSEP n° 277 de 2004, que estabelece que empresas desse ramo podem utilizar a assinatura digital em documentos eletrônicos desde que usem certificado digital emitido ou reconhecido pela Infraestrutura de Chaves Públicas (ICP-BRASIL).

Um ano antes, uma medida provisória já ajudava a embasar essa validade: a MP 2000-2, de 2001, já havia conferido a legitimidade necessária à ICP para padronizar os processos e garantir a integridade e validade jurídica.

É importante levar em conta que especificamente as seguradoras podem se beneficiar desse tipo de solução, automatizando tarefas e melhorando a eficiência. Mesmo que não haja uma legislação específica para esse assunto, o contrato digital é encarado como um contrato comum, apenas em uma forma diferente.

Com isso, são mantidos todos os direitos, deveres e obrigações, não sendo necessário cumprir regras relativas a um novo dispositivo.

Qual é o ganho de eficiência trazido por essa escolha?

Em primeiro lugar, a seguradora pode escolher fazer a assinatura em lotes ou então individualmente. Dependendo da quantidade de processos e documentos gerados, a assinatura em lotes aumenta a produtividade para economizar uma grande quantidade de tempo.

Outro ponto a ser considerado é que os custos com o envio físico de documentos é diminuído. Com a transferência acontecendo digitalmente, o processo fica mais barato.

Não menos importante, há de se considerar a redução e até mesmo a eliminação relativa da burocracia, uma vez que não é necessário dispor um responsável para que o contrato seja validado. Isso permite que as ações ganhem mais dinamismo, evitando prejuízos e dificuldades que custam dinheiro e agilizando todo o processo de uma forma geral.

Além disso, a assinatura digital pode extinguir a necessidade de uso de papel. Assim, a seguradora se torna mais ambientalmente responsável e, também, gasta menos com essa prática. De quebra, a gestão de documentos é mais organizada e acontece de maneira mais fácil, o que colabora para a segurança de uma forma geral.

Por que optar por essa solução?

A eficiência garantida por uma solução de assinatura digital já é um bom ponto de partida para convencer a seguradora a apostar nessa solução. Além dela, outras questões também influenciam a escolha.

Em primeiro lugar, o processo de fechar um contrato passa a ficar mais conveniente, já que pode ser fechado no mesmo dia, inclusive se for de grandes valores. Para o cliente, isso é especialmente vantajoso já que ele poderá fazer a solicitação de maneira mais prática.

Outro ponto é que a seguradora se torna mais competitiva. Como há menos gastos, a lucratividade aumenta. Além disso, com a simplificação dos seus processos, a empresa é capaz de entregar um serviço melhor e consegue se destacar mais facilmente no mercado.

Além de tudo, as transformações digitais já fazem parte da realidade de boa parte dos negócios. Por isso, quando as seguradoras adotam essa ferramenta, elas adaptam seus processos e o serviço que oferece a essa realidade, que envolve cada vez mais tecnologia.

Como aumentar a segurança?

A segurança é um dos pontos mais importantes na hora de fechar qualquer tipo de contrato. Por isso, a seguradora também deve levar isso em conta ao considerar o uso da assinatura digital.

Felizmente, o uso do certificado digital oferece uma camada de proteção a mais para garantir que tudo ocorra como o esperado. Isso porque, com ele, toda a transação acontece em um ambiente seguro e com dados criptografados.

Por isso, adquirir um certificado digital que seja adequado para o uso da seguradora e de uma entidade autorizada é fundamental.

Outros cuidados importantes que devem ser considerados são a contratação de um serviço de assinatura digital e a inclusão de um carimbo de tempo nessas assinaturas. Esse recurso garante que elas sejam associadas ao período de tempo em que foram realizadas. Assim, aumenta-se a confiabilidade sobre os dados e diminuem-se as chances, já pequenas, de haver qualquer tipo de fraude ou falsificação.

A adoção das assinaturas digitais pelas seguradoras é uma boa opção para garantir mais eficiência, economia e competitividade para o negócio. Com o amparo da lei, esse tipo de contrato digital tem total validade jurídica e funciona exatamente como um contrato tradicional.

Para lançar mão desse recurso e aproveitar seus benefícios, a seguradora deve adquirir um certificado digital e contratar um serviço de assinatura desse tipo, para garantir que as transações fiquem ainda mais seguras. Se cada assinatura tiver um carimbo de tempo, a segurança e a confiabilidade de dados serão ainda maiores.

Entendeu o que as assinaturas digitais podem trazer para o seu negócio? Quer se aprofundar ainda mais no assunto? Então confira também nosso artigo com tudo o que você precisa saber sobre assinatura digital!

Notícias relacionadas:

Nenhum comentário | Comente

 

Os comentários estão encerrados.